• (11) 3063-4630 / (11) 98108-6767
  • contato@artehall.com.br

  • AgendaMuseu de Arte Moderna de São Paulo inaugura exposição “140 Caracteres” e Projeto Parede com Jenny Holzer.

    voltar para a agenda

    Sobre 140 Caracteres

    Foram selecionadas 140 obras da coleção do MAM para tematizar a mobilização política ocorrida no Brasil no ano passado. Na Grande Sala do museu, as obras estão organizadas como numa paisagem urbana, tendo como centro a máscara, instrumento recorrente nas manifestações. A partir das máscaras, o tema da identidade pessoal diluída na multidão vai aparecendo nas demais obras. As peças que mostram a paisagem urbana criam a circunstância das manifestações, situando os recentes acontecimentos. Por outro lado, na Sala Paulo Figueiredo, gera-se um contraste com as formas anteriores de protesto político no Brasil, durante a Ditadura Militar, iniciada com o Golpe de 64, que completa cinquenta anos no período desta exposição.

    140 Caracteres é o resultado do primeiro Laboratório de Curadoria realizado pelo setor Educativo do MAM. A curadoria é compartilhada pelos vinte alunos do curso, que também dividiram a autoria das legendas comentadas das 140 obras expostas. A mostra é o resultado de um ano de debates entre pessoas de formações diferentes, que identificaram, como interesse comum, as novas formas de ação política. Assim, a autoria da exposição também se dilui num coletivo, assumindo a força da mobilização sem líderes.

    140 caracteres  – Grande Sala e Sala Paulo Figueiredo

    Convite Curadoria

    Curadoria coletiva
    Coordenação: Felipe Chaimovich
    http://www.mam.org.br/abertura-140-caracteres/

    Sobre o Projeto Parede:

    Jenny Holzer é uma importante artista contemporânea Norte Americana, nascida em 1950 no estado de Ohio, EUA.

    Sobre sua produção é possível analisar que possui forte carga poética, social e até mesmo política.

    A palavra é o elemento principal de sua obra, suas mensagens são escritas em outdoors, placas luminosas, projeções em prédios públicos, lugares normalmente ocupados pelas mensagens publicitárias, ou seja, trabalha com o domínio público, de forma que estimula uma mistura visual de arte e mídia.

    Isso mostra o quanto seu trabalho faz parte do mundo real, acessível a qualquer pessoa. A artista apresentará um conjunto de cartazes impressos com suas frases características das séries “Truísmos” e “Ensaios Inflamatórios”. A artista trabalhará o vocabulário da propaganda publicitária, conferindo sentido político ao fraseado sintético e agudo.

    http://www.mam.org.br/projeto-parede-jenny-holzer/

    image_pparede1-800x246