• (11) 3063-4630 / (11) 98108-6767
  • contato@artehall.com.br

  • AgendaVanderlei Lopes ocupa a galeria com a individual “Cavalo”, em que apresenta um vídeo e trabalhos realizados com bronze, terra e fogo

    voltar para a agenda

     

    “CAVALO”

    “Cavalo”, segunda individual de Vanderlei Lopes na Galeria Marília Razuk, que inaugura em 14 de setembro, ocupará seus dois espaços: a Galeria principal e o Anexo, separados por um quarteirão. Pensada como um corpo fragmentado no espaço, a exposição reúne trabalhos que se articulam por meio de relações com entropia, fenômenos e tradição da cultura. Além de um vídeo, os trabalhos presentes na mostra são realizados em bronze, terra e fogo – materiais caros à tradição da arte –, e desdobram questões recorrentes na produção do artista.Ao apropriar-se de elementos da natureza, alterados e fundidos em bronze, o trabalho desloca e problematiza sentidos de representação e de realidade, temporalidades e espaços diversos. Por um sentido distópico, propõe uma experiência que fricciona elementos naturais, artificiais, simbólicos e tradicionais da cultura e produz trabalhos cuja evidência física é análoga a fósseis ou ruínas do mundo contemporâneo.O título “Cavalo”, por um lado, se refere à ideia de potência, deslocamento, energia em transformação, pela citação a uma figura tradicional da arte; por outro, alude ao próprio sentido de cavar, movimento que devolve e sobrepõe ao trabalho o sentido que o gerou.

    VANDERLEI LOPES (1973, Terra Boa – PR) Graduou-se em Artes Plásticas pela UNESP/Universidade Estadual de São Paulo, em 2000. Dentre as suas exposições no Brasil destacam-se Realidades – Desenho Contemporâneo Brasileiro, SESC-SP, 2011, curadoria de Nazareno Rodrigues; Nova Arte Nova,CCBB-RJ, 2008, com curadoria de Paulo Venancio; Novas Aquisições – Coleção Gilberto Chateaubriand no MAM, RJ; e suas individuais no Centro de Arte Mariantonia, SP, em 2004, e no Centro Cultural São Paulo, em 2003, onde obteve Prêmio Aquisição. Em 2009 participou da Bienal do Mercosul, em Porto Alegre, com curadoria de Leonora de Barros. No exterior, participações no Loop VideoArt Barcelona, com curadoria de Wagner Morales, no Centre Civic Pati Limona, Barcelona, 2009; no Les Cartes blanches du Silo à L’EMBSA, na Beaux- Arts de Paris, e sua individual “Maus Hábitos”, Porto, Portugal, em 2007.

    www.galeriamariliarazuk.com.br