• (11) 3063-4630 / (11) 98108-6767
  • contato@artehall.com.br

  • AgendaArtista pernambucano José Patricio participa do projeto Os Amigos da Gravura no Rio de Janeiro

    voltar para a agenda

    O Museu da Chácara do Céu inaugura dia 5 de dezembro a última edição do ano do projeto Os Amigos da Gravura. Desta vez os trabalhos apresentados são do artista José Patrício e convidam o público a um mergulho em sua obra recente.

    O artista criou especialmente para Os Amigos da Gravura a obra Vertigo, cujo título remete a um dos mais famosos filmes de Alfred Hitchcock, no Brasil chamado “Um corpo que cai”, e conduz o olhar do expectador a um labirinto ao revés, um efeito inventado por Hitchcock que simula uma espécie de vertigem, na época chamado de contra zoom. Patrício também vai mostrar a série Afinidades Cromáticas,  de 2012, que será exposta pela primeira vez no Rio. São sete trabalhos nos quais o artista utiliza botões coloridos costurados sobre tela.

    José Patricio

    José Patricio

    Segundo o crítico Paulo Sérgio Duarte “se nos detivermos nas Afinidades cromáticas somos levados à memória do jogo numérico de trabalhos anteriores de José Patrício com os dominós. Aqui o protagonista do jogo é mais prosaico e lidamos com ele todos os dias: o botão. Os botões são vários nos tamanhos e nas cores, mas nunca grandes demais, são comuns. Todo botão espera uma casa para cumprir sua função: abotoar, manter presas duas superfícies de tecido. Mas aqui sua utilidade está banida. Costurados na superfície com regularidade geométrica constituem uma multidão aprisionada, cada indivíduo em seu lugar, para se transformarem em superfície de uma obra de arte. O resultado é evidente, estão presos para nos prender, nos deter na trama vertiginosa de suas sutis variações de forma e cor. Na sua banalidade de coisa comum, juntos se erguem e se emancipam na “coisa” arte.”

    As obras de Patrício se caracterizam pela preocupação com a forma e, ao mesmo tempo, pelos resultados inesperados de suas composições geometricamente organizadas.  O artista já trabalhou anteriormente com papel, produzido artesanalmente, ainda no início de sua trajetória, depois passou a explorar objetos prontos, feitos em série, passando para os dominós, até chegar aos botões de Afinidades Cromáticas.

    A exposição irá ocupar as duas salas expositivas do 3º andar do Museu da Chácara do Céu e ficará em cartaz até 10 de março de 2014. A tiragem limitada da gravura Vertigo será vendida por R$ 1.200,00  na loja do próprio Museu.

     

    Assessoria de Imprensa

    Raquel Silva

    raquelsilva@alternex.com.br

    21 2274-7924 | 2512-3828 | 9965-3433