• (11) 3063-4630 / (11) 98108-6767
  • contato@artehall.com.br

  • AgendaStephan Doitschinoff: performance e tarde de autógrafos na galeria Choque Cultural

    voltar para a agenda

     

    “Procissão” caminhará por ruas do entorno da galeria. Na mesma tarde o artista assina exemplares de seu livro “CRAS”.

     No dia 10 de agosto, a partir das 15h, a galeria Choque Cultural e o artista plástico Stephan Doitschinoff recebem o público para uma tarde de autógrafos e convidam para participar da performance “Procissão”, que passará por ruas da Vila Madalena, bairro onde a galeria está localizada.

     

    Durante o evento, Doitschinoff assinará exemplares de “CRAS”, seu segundo livro, lançado no ano passado pela editora alemã Gestalten. “CRAS”, que apresenta pinturas, esculturas, instalações e registros de performances, é focado na produção recente Do artista, que tem trabalhos em museus e galerias ao redor do mundo e cuja arte tem como base elementos de iconoclastia religiosa e folclórica.

     

    Em edição luxo, “CRAS” conta com 224 páginas, que se dividem entre textos sobre a filosofia e a simbologia na obra Doitschinoff. Traz ainda close-ups das pinturas em tamanho maior que a escala real e registros inéditos de instalações, performances e arte pública, além de uma série de iluminuras feitas especialmente para o livro.

     

    Durante o evento, o artista realiza ainda a performance “Procissão”, similar à “Ala dos Psicodélicos”, que Stephan Doitschinoff fez durante a Marcha da Maconha em maio deste ano, com estandartes e alegorias que chamavam a atenção para a forte presença de plantas e cogumelos na construção de religiões. A “Procissão” caminhará por ruas ao redor da Choque Cultural, no bairro da Vila Madalena. O público está convidado a participar.

     

    Stephan Doitschinoff

    Natural de São Paulo, pertence a uma nova geração de artistas brasileiros que têm merecido especial interesse e atenção dentro do panorama da arte contemporânea internacional. Seu currículo inclui mostras em espaços de grande relevância, como MASP e Museu de Arte Contemporânea de San Diego (MCASD), resultado da crescente visibilidade e prestígio que seu trabalho vem adquirindo junto a mídia, críticos e públicos nacionais e internacionais.

     

    A obra de Stephan Doitschinoff desdobra-se em diferentes vertentes, que vão desde a intervenção em arte pública, instalações em contexto museológico, pintura, vídeo e performance. Em todas essas abordagens é perceptível uma unicidade em sua estética, conteúdos, corpo de investigação e sua relação de profundo interesse e conhecimento a um amplo número de códigos sincréticos.

     

    Eleito artista revelação de 2009 pela Associação Paulista de Críticos de Arte, Stephan Doitschinoff apresenta em seu trabalho uma linguagem densamente referencial e codificada. Envolvido numa roupagem recheada de elementos iconológicos religiosos e folclóricos, pode-se vislumbrar a inclusão de elementos pertencentes a outra dimensão política e filosófica que é inerente em seu discurso crítico emancipatório. Seus templos são espaços para a reflexão do “novo homem” e de seu lugar num mundo  povoado por velhas hegemonias. Mais do que referências religiosas, a pintura e as demais vertentes na obra de Stephan Doitschinoff ilustram narrativas de denúncia, renúncia e afirmação. Mais informações: doitschinoff.com

     

    Stephan Doitschinoff: tarde de autógrafos e performance @ Galeria Choque Cultural

    www.choquecultural.com.br

    galeria@choquecultural.com.br

    Horário de funcionamento: segunda-feira a sábado, das 11h às 18h