• (11) 3063-4630 / (11) 98108-6767
  • contato@artehall.com.br

  • NotíciasTRIO Bienal

    voltar a lista de notícias28/08

    Rio recebe a TRIO Bienal, sua primeira bienal internacional de arte contemporânea, em setembro

     

    Exibindo Albano Afonso_Anatomia da Luz II - cred. Casa Triangulo -WEB.jpg

    Com obras de 160 artistas de 44 países, curadoria de Marcus de Lontra e produção executiva de Alexandre Murucci, evento acontece até novembro em onze principais centros e museus da cidade, com obras de artistas como Marina Abramovic, Vik Muniz,  Los Carpinteros, Anna Bella Geiger, Daniel Buren, dentre muitos outros

     

    O mês de setembro será um marco histórico no circuito carioca das artes e na agenda oficial de eventos internacionais da cidade quando, dia 05, domingo, o Rio sediar a TRIO Bienal, sua primeira bienal internacional de arte contemporânea em torno do tridimensional, seguindo os passos das já consagradas bienais de Veneza e a de São Paulo, a segunda mais importante bienal do mundo e que promove um fluxo de visitantes em torno de 450 mil pessoas. Agora será a vez da Cidade Maravilhosa, que vem recebendo, nos últimos anos, feiras internacionais de arte (ArtRio e ARTIGO Rio), possui sólida tradição escultural –  do Neoconcretismo à Arte Cinética –  e que sempre foi o ponto central da investigação tridimensional brasileira através de nomes como Sérgio Camargo, Franz Weissmann, Amílcar de Castro, Abraham Palatnik, Helio Oiticica, Lygia Clark, Waltécio Caldas, Nélson Leirner, dentre muitos outros que nasceram ou construíram suas carreiras no Rio.

     

    Com produção executiva de Alexandre Murucci e curadoria de Marcus de Lontra Costa – um dos mais importantes curadores brasileiros, que assinou a icônica mostra “Como vai você, Geração 80?” e foi diretor do MAM – Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro – , a TRIO Bienal irá acontecer, até 26 de novembro, reunindo 160 artistas de 44 países, em exposições e eventos distribuídos em onze diferentes localidades, incluindo os principais museus, centros e instituições culturais privadas, do Estado, do Município do Rio de Janeiro e do Governo Federal e as aberturas acontecerão de 5 a 11 de Setembro, duas vezes por dia, durante uma semana.

     

    Todas as obras abordarão o tridimensional – escultura, instalações, objetos – assim como, em todos os seus campos ampliados – pintura, fotografia, performance, vídeo e outros suportes enquanto investigação tridimensional –  além de pontuações históricas de apoio sobre o tema curatorial: “Quem foi que disse que não existe amanhã ?”, verso de letra de uma música do rapper Marcelo D2, pinçada num momento de incertezas e crise, tanto no Brasil quanto no mundo, sintetizando a persistência do caráter projetual e utópico da arte, que sobrevive, mesmo no terreno movediço do pensamento contemporâneo.

     

    Este diferencial foi importante na boa recepção do projeto mundialmente, e por conta disto, recebeu chancela da Biennial Foundation, excepcionalmente mesmo antes da primeira edição, conseguindo a adesão de 44 países, convidados com o apoio da Coordenadoria de Relações Internacionais da Prefeitura do Rio.

     

    A cerimônia oficial de abertura será no dia 05, sábado, às 15h, no Centro Cultural Oscar Niemeyer, com o apoio da FVG e do Instituto Niemeyer de Políticas Urbanas e Culturais, onde será inaugurada a exposição “Celebrando Franz Weissmann”, um dos maiores nomes da escultura brasileira e do Movimento Neoconcreto em todo o mundo, com suas obras de grande escala no terraço do complexo.

     

    O público poderá conferir de perto obras de arte dos mais renomados artistas, como Marina Abramovic,  Joana Vasconcelos, Daniel Buren, Xavier Veilhan, Los Carpinteros, Vik Muniz, Marepe, Anna Bella Geiger, Joseph Kosuth, Han Ho, Eliane Prolik, Diango Hernandez, além da performance do paulista Rodolpho Parigi – Levitação ( Fancy Violence ), que abre a sala do Centro Cultural Banco do Brasil às 19:00h do dia 7 de Setembro.

     

     

    A TRIO Bienal faz parte das comemorações dos 450 anos do Rio de Janeiro, um novo e importante empreendimento artístico que passa a integrar o calendário oficial da cidade. Como um evento de arte internacional, a Bienal tem como meta fortalecer a posição do Rio de Janeiro como destino global, em geral e em especial no circuito internacional de arte contemporânea, atraindo a média de audiência típica de mostras deste foco, que é de 300 mil visitantes externos nas cidades que o promovem, segundo dados da Biennial Foundation.

     

     

    Agenda TRIO Bienal 2015

     

     

    5 de Setembro, às 15:00h – Sept, 5th at 3:00pm

    Cerimônia de Abertura – Opening Ceremony

    Centro Cultural Oscar Niemeyer – FGV – Oscar Niemeyer Cultural Center – FGV

    Celebrando Franz Weissmann – Celebrating Franz Weissmann

    Abertura para o público: 08/09

    Funcionamento: de segunda a sábado, de 8h às 18h

    Informações: 21- 98505-3881

     

     

    Sessão solene com mostra de obras de Franz Weissmann, celebrando o artista, a inauguração histórica de uma bienal de artes no Rio de Janeiro e o primeiro evento de cultura do novo Centro Cultural Oscar Niemeyer, um dos últimos legados do mestre arquiteto para o Rio de Janeiro.

     

    Formal sitting with the show of works by Franz Weissmann celebrating the artist, the historic inauguration of a biennial arts in Rio de Janeiro and the first culture event of the new Oscar Niemeyer Cultural Centre, one of the last legacies of the master architect for the Rio de Janeiro.

     

    5 de Setembro, às 17:00h – Sept, 5th at 5:00pm 

    Memorial Getúlio Vargas – Vargas Memorial

    Utopias – Pretéritos da Contemporaneidade – Utopia – Preterites of Contemporarity

    Abertura para o público: 8/09

    Dias de visitação: De terça a domingo

    Horários: de 10h até 17h

    Informações: (21) 2245.7577 ; (21) 2557.9444

     

     

     

    Mostra com obras tridimensionais de enfoque político ou social, dividida em dois focos – Embates e Conflitos.  No enfoque Embates – apresentando questões universais e atávicas de fricções sociais e históricas, tanto filosóficas quanto permanentes.  Em Conflitos – um enfoque sobre o momento de crises, no Brasil e no mundo, confrontando questões de território, diásporas, êxodos, identidades e esperanças. Dentro do tema da TRIO Bienal “Quem foi que disse que não existe amanhã”,  este módulo se coloca como sua reflexão principal.

     

    Show with three-dimensional works of political or social focus, divided into two cores – Clashes and Conflicts. On the Clashes – featuring universal and atavistic issues of social and historical frictions, both philosophical as the permanents ones. In Conflict core – a focus on the moment of crisis in Brazil and the world, confronting territory issues, diasporas, exodus, identity and hope. Within the theme of the TRIO Biennial “Who said tomorrow doesn’t exist ?”, this module is placed as its main reflection.

     

    1. ARTISTAS:
    2. Afonso Tostes – Rio de Janeiro
    3. Alex Flemming – São Paulo
    4. Alexandre Colchete – Rio de Janeiro
    5. Alia Al Farsi – Omã
    6. Ana Miguel – Rio de Janeiro
    7. Anna Bella Geiger – Rio de Janeiro
    8. Armando Queiroz – Pará
    9. Betelhem Makonenn – Etiópia
    10. Carlos Melo – Pernambuco
    11. Cat Auburn – Nova Zelandia
    12. Cildo Meirelles – Rio de Janeiro
    13. Claudia Hersz – Rio de Janeiro
    14. Deyson Gilbert – Pernanbuco
    15. Fábio Carvalho – Rio de Janeiro
    16. Faig Ahmed – Azerbaijão
    17. Felipe Barbosa – Rio de Janeiro
    18. Gonçalo Mabunda – Mozambique
    19. Haytham Nawar – Egito
    20. Isaque Pinheiro – Portugal
    21. José Rufino – Paraíba
    22. Karlyn de Jongh – Holanda
    23. Khaled Hafez – Egito
    24. Los Carpinteros – Cuba
    25. Lourival Cuquinha – Pernambuco
    26. Mahmoud Obaidi  – Iraque
    27. Marcelo Silveira – Pernambuco
    28. Matheus Rocha Pitta – Rio de Janeiro
    29. Matter Bin Laheg – UAE
    30. Mauricio Ruiz – Rio de Janeiro
    31. Michal Martychowiec – Polônia
    32. Mounir Fatmi – Marrocos
    33. Nelson Félix – Rio de Janeiro
    34. Paul Ramirez Jonas –  Honduras
    35. Paul Rosso – França
    36. Rashid Al Khalifa – Bahrain
    37. Regina de Paula – Rio de Janeiro
    38. Reginaldo Pereira – São Paulo
    39. Rok Bogataj – Eslovênia
    40. Sadik AlFraji – Iraque
    41. Shilpa Gupta – India
    42. Sholpan Sharbakova – Kazaquistão
    43. Susan Mains – Granada
    44. Tom Dale – Reino Unido
    45. Vik Muniz – Rio de Janeiro
    46. Vincent JF Huang – Vanuatu
    47. Vitor Cesar – Ceará
    48. Washington Silvera – Parana

     

    6 de Setembro, às 17:00h,  Sept, 6th at 5:00pm 

    IED – Instituto Europeo de Design – IED Urca

    Reverberações – Cruzamentos Universais de Tridimensionalidade

    Reverberations – Crossed Borders of Three-dimensionality

    Abertura: 8/09

    Funcionamento: de segunda até sábado, de 9h até 21h

    Tel: (21) 3683 3786

     

     

    Um panorama da investigação tridimensional, no que tange sua relação com a vida cotidiana, suas conexões e cruzamentos com outras áreas criativas que preenchem a vida real – o design, a arquitetura, a ciência, a moda, a literatura, a memória. Um recorte no triunfo dos preceitos duchampianos que hoje se contrapõem à nossa vida cada vez virtual, dando à ordem física do mundo, uma função mais necessária e ampla.

     

    An overview of the three-dimensional research, regarding its relationship with everyday life, their connections and intersections with other creative areas that meet real life – design, architecture, science, fashion, literature, memory. A cut in the triumph of Duchampian precepts that today are opposed to our increasingly virtual life, giving the physical order of the world, a more broad and necessary function.

     

    1. ARTISTAS:
    2. Alexandre Mazza – Rio de Janeiro
    3. Ana Linnemann – Rio de Janeiro
    4. C.L. Salvaro – Rio de Janeiro
    5. Cristián Silva-Avaria – Chile
    6. Daniel Acosta – Rio Grande do Sul
    7. Evandro Soares – Goiás
    8. Felippe Moraes – Rio de Janeiro
    9. Gabriela Noujaim – Rio de Janeiro
    10. Ge Orthof – Rio de Janeiro
    11. Gisela Milman – Rio de Janeiro
    12. Leo Videla – Rio de Janeiro
    13. Luciano Zanette – Rio Grande do Sul
    14. Luiz Monken – Rio de Janeiro
    15. Monica Penazzi – Italia
    16. Osvaldo Carvalho – Rio de Janeiro
    17. Paulo Nazareth – Minas Gerais
    18. Paulo Pereira – Bahia
    19. Peter Robinson – Nova Zelândia
    20. Rashid Al Khalifa – Bahrein
    21. Rene Rietmeyer – Holanda
    22. Rodrigo Matheus – São Paulo
    23. Rodrigo Sassi – São Paulo
    24. Rommulo Vieira Conceição – Bahia
    25. Tom Dale – Reino Unido
    26. Toz – Bahia

     

     

    7 de Setembro, às 19:00h – Sept, 7th at 7:00pm  

    CCBB – Centro Cultura Banco do Brasil – Bank of Brazil Cultural Centre

    Forma e matéria – Limites do Tridimensional em Campos Expandidos

    Form and Matter – Three-dimensional Boundaries in Expanded Field

    Abertura para o público: 9/09 (o CCBB fecha as terças)

    Funcionamento: de quarta a segunda feira, das 9h às 21h

    Informações: (21) 3808-2020

     

     

    Um olhar sobre conceitos matéricos na produção tridimensional, obras que exploram os limites da investigação da forma, apresentando obras perecíveis, orgânicas, comestíveis, invisíveis, atômicas, sonoras, residuais, robóticas, mecânicas e tecnológicas, além de outras que atingem áreas da criação tridimensional em seus campos expandidos – pintura, fotografia, desenho, vídeo e performance.

     

    A look on the materic concepts in three-dimensional production, works that explore the limits of the form research, presenting works perishable, organic, edible, invisible, atomic, sound, waste, robotic, mechanical and technological, and an overview on the three-dimensional creation presents in its expanded fields – painting, photography, drawing, video and performance.

     

    ARTISTAS:

    1. Beth Jobim – Rio de Janeiro
    2. Celina Portella – Rio de Janeiro
    3. Dane Mitchell – Nova Zelândia
    4. Débora Engel – Rio de Janeiro
    5. Diango Hernández  – Cuba
    6. Eliane Prolik – Paraná
    7. Floriano Romano – Rio de Janeiro
    8. Gisele Camargo – Rio de Janeiro
    9. Han Ho – Coréia do Sul
    10. Joseph Kosuth – USA
    11. Marcos Chaves – Rio de Janeiro
    12. Marina Abramović – Sérvia
    13. Pedro Motta – Minas Gerais
    14. Ricardo Alcaide – Venezuela
    15. Rodolpho Parigi – São Paulo
    16. Tiago Tebet – São Paulo
    17. Tom Dale – Reino Unido
    18. Valerie Hegarty – USA
    19. Vanderley Lopes – Rio de Janeiro
    20. Zavén Paré – França

     

    Paralelas TRIO –  TRIO Parallels

     

    8 de Setembro, às 14:00h  – Sept, 8th at 2:00pm

    Paço Imperial –  Imperial Paço

    Felippe Moraes – “Movimento Pendular”

    Abertura: 9/09

    De terça feira a domingo, das 12 às 18h

    Tel: (21) 2533-4359

     

    Uma performance pictórica-quântica-espiritual de uma ação tridimensional. Uma escultura feita de tempo !

    “Pendular Movement”

    A pictorial-quantum-spiritual performance of a three-dimensional action.

    A sculpture made of time !

     

     

    10 de Setembro, às 11:00h – Sept, 10th at 11:00am  

    Museu Castro Maya – Castro Maya Museum

    Gravidade – Tensão e Elasticidade Gravity – Tension and Elasticity

    Abertura: 11/09

    Funcionamento: de quarta a segunda feira, das 12h às 17h

    Tel: (21) 3970-1126 

     

    Obras em que o foco de investigação tridimensional são equações de tensionamentos e coeficientes de elasticidade usados como parâmetro de construção de uma ideia formal e tendo como embate, a força gravitacional como vetor externo, na composição final do objeto artístico.

     

    Works in which the three-dimensional research focus are tensions equations and elasticity coefficients used as construction parameter of a formal idea and using as tools, the gravitational force as an external vector, in the final composition of the artistic object.

     

    ARTISTAS:

    1. Ana Holck – Rio de Janeiro
    2. Lara Felipe – Espirito Santo
    3. Marc Schmtiz – Mongólia
    4. Maxim Malhado – Bahia
    5. Osvaldo Gaia – Pará
    6. Tobias Putrih – Eslovênia
    7. Xavier Veilhan – França

     

    10 de Setembro, às 11:00h – Sept, 10th at 11:00am 

    Centro Cultural Parque das Ruínas – Parque das Ruinas Cultural Center

    Gravidade – Equilíbrio e Balanço Gravity – Equilibrium and Balance

    Abertura: 11/09

    Funcionamento: de terça feira a domingo, das 8h às 20h

    Tel: (21) 2215-0621

     

     

    Trabalhos em que a força gravitacional é o vetor principal da investigação do artista, seja como parâmetro real, quântico, seja como simulacro estético/poético de criação tridimensional, onde a fatura final da obra apresenta sempre a questão do equilíbrio e a dinâmica do balanço com razão estética.

     

    Artworks in which the gravitational force is the main vector of the artist’s research, be like as real parameter, quantum, either as  aesthetic/poetic simulacrum of the three-dimensional creation, where the final shape of the work always presents the question of equilibrium and the dynamics of balance as an aesthetic reason.

     

    ARTISTAS:

    1. Ana Dantas – Rio de Janeiro
    2. Asher Mains – Granada
    3. Dane Mitchel – Nova Zelândia
    4. Flávio Cerqueira – Rio de Janeiro
    5. Fyodor Pavlov-Andreevich – Russia
    6. Joseph Klibansky – Holanda
    7. Manfred Kielnhofer – Austria
    8. Nazareth Pacheco – Rio de Janeiro
    9. Raul Mourão – Rio de Janeiro
    10. Tulio Pinto – Rio Grande do Sul

     

     

    10 de Setembro, às 11:00h – Sept, 10th at 11:00am 

    Museu Castro Maya – Castro Maya Museum

    Regina Silveira – “Grafias e Bordados”

    A TRIO Bienal 2015 tem a honra de ter a grande dama da arte contemporânea brasileira entre suas mostras paralelas. Especialmente convidada para o projeto Os Amigos da Gravura dos Museus Castro Maya, a artista apresenta o uso inusitado que vem fazendo dos bordados em ponto de cruz, ferramenta que aponta para um aspecto performativo em seu trabalho. Nesta linha de pesquisa, a artista tem composto obras extensas para revestir arquiteturas de grande porte, como o MASP e o pórtico interior do Museu Amparo (Puebla, México).

     

    Regina Silveira – “Spellings and Embroideries”

    The TRIO Biennial 2015 has the honor of having the grande dame of Brazilian contemporary art between its parallel exhibitions. Especially invited for the project The Friends of Engraving Museum Castro Maya, the artist presents the unusual use that has been doing embroidery in cross stitch,  tool that points to a performative aspect in their work. In this line of research, the artist has made extensive works to coat large architectures, such as the MASP and the inner porch of the Amparo Museum (Puebla, Mexico).

     

    10 de Setembro, às 17:00h – Sept, 10th at 5:00pm 

    Museu Nacional de Belas Artes – Fine Arts National Museum

    Reflexões sobre o Reflexo – Dinâmicas do Cinetismo no Tridimensional

    Reflections on the Reflection – Dynamics of Cinetisme in Three-dimensional

    Abertura: 11/09

    Funcionamento: de terça a sexta-feira, das 10 às 18 h

    Sábados, domingos e feriados das 12h às 17 h

    Tel: (21) 3299-0600

     

     

     

    Uma mostra que explora questões de espelhamentos e opacidades na construção tridimensional, a partir de obras que tem como dinâmica propor uma leitura do reflexo, como possibilidade cinética do objeto escultórico, numa tradição que começa em Brancusi e vai até Anish Kapoor

     

    An exhibition that explores mirrorings and opacities issues in the three-dimensional construction, from works whose dynamic proposed a reading about the reflex, as a kinetic possibility of the sculptural object, a tradition that began in Brancusi and goes till Anish Kapoor.

     

    ARTISTAS:

    1. Anish Kapoor – Reino Unido
    2. Arthur Lescher – São Paulo
    3. Ayrson Heráclito – Bahia
    4. Bruno Borne – Rio Grande do Sul
    5. Cildo Meireles – Rio de Janeiro
    6. Cláudio Alvarez – Argentina
    7. Cleber Machado – São Paulo
    8. Constantin Brancusi – Romênia
    9. Elian Stolarsky – Uruguai
    10. Eliane Prolik – Paraná
    11. Eyal Gever – Israel
    12. Heleno Benardi – Rio de Janeiro
    13. Hilal Sami Hilal – Espirito Santo
    14. Hugo Mendes – Paraná
    15. Ivan Navarro – Argentina
    16. Marcia Xavier – Minas Gerais
    17. Marta Jourdan – Rio de Janeiro
    18. Mônica Piloni – São Paulo
    19. Valeska Soares – Minas Gerais
    20. Vauluizo Bezerra – Sergipe

     

    11 de Setembro, às 19:00h – Sept, 11th at 7:00pm

    Museu Histórico Nacional – National Historic Museum

    Transversalidades das Identidades Tropicais Transversalities of Tropical Identities 

    Abertura: 12/09

    Funcionamento: de terça a sexta feira, das 10h às 17h30

    Sábados, domingos e feriados das 14 às 18 h

    Tel: (21) 3299.0324

     

    Uma visão da produção tridimensional que tem como resultados formais, transbordamentos de cores e matérias que unem identidades de uma certa latitude tropical, encontradas em artistas de todo o mundo e que reverberam ideários estéticos caros à movimentos importantes na produção da arte brasileira, como a Tropicália, as Vanguardas Pops, a cultura carnavalizante, o Barroco, a cultura popular e outras conexões de lastro emocional-estéticos.

     

    A view of the three-dimensional production whose research finds as formal results, color overflows and materials that bind its identities to some tropical latitude, found in artists from around the world and that reverberate aesthetic ideals close to the major movements in the production of Brazilian art, such as Tropicália, the Pops Vanguards, the culture of Carnivalization, The Baroque, the popular culture and other emotional-aesthetic ballast connections.

     

    ARTISTAS:

    1. Almandrade – Bahia
    2. Andrea Brown – Rio de Janeiro
    3. Barrão – Rio de Janeiro
    4. Bruno Miguel – Rio de Janeiro
    5. Camille Kachani – São Paulo
    6. Carina Bokel Becker – Rio de Janeiro
    7. Carlos Krauz – Rio Grande do Sul
    8. Daniel Buren – França
    9. Deneir Martins – Rio de Janeiro
    10. Denise Milan – São Paulo
    11. Estela Sokol – São Paulo
    12. Giuseppe Linardi – Itália
    13. Henrique Oliveira – São Paulo
    14. Joana Vasconcelos – Portugal
    15. Laerte Ramos – São Paulo
    16. Laurence Jenkell – USA
    17. Marcelo Jácome – Rio de Janeiro