• (11) 3063-4630 / (11) 98108-6767
  • contato@artehall.com.br

  • AgendaLuzescrita na Caixa Cultural de Brasília

    voltar para a agenda

    Com origem no vocabulário grego, a palavra fotografia significa “escrita de luz”. Para muitos, quer dizer também “poesia da imagem”. Os artistas Arnaldo Antunes, Fernando Laszlo e Walter Silveira preferem fundir literalmente as duas concepções, tendo como resultado “poesias escritas com luz”. Esse conceito foi traduzido por eles em mais de trinta obras, reunidas na exposição Luzescrita, na CAIXA Cultural Brasília, a partir do dia 13 de maio.

    Materiais como pólvora, lâmpadas e metal são matérias-primas utilizadas pelo trio de artistas para produzir fotografias, vídeos, objetos e instalações que integram a mostra. As obras, concebidas a partir de poemas de Arnaldo Antunes e Walter Silveira, tem a luz como sua protagonista principal: sol, fogo, lâmpadas, projetores e sinalizadores são utilizados para escrever e dar formas às palavras.

    Para Daniel Rangel, curador da exposição e Diretor Artístico do ICCo, realizador da mostra, ”Esta exposição está em constante formação, já que os artistas pensam e criam novas obras que a retroalimentam. É como se fosse um livro sem fim”. Daniel, assim como os artistas Arnaldo Antunes, Fernando Laszlo e Walter Silveira, farão, no dia da abertura, uma visita guiada aberta ao público. Com patrocínio da Caixa Econômica Federal e do Governo Federal, a mostra fica em cartaz até o dia 6 de julho.

    "Luz Inside incide light", poema -objeto de Arnaldo Antunes; fotografia de Fernando Laszlo

    “Luz Inside incide light”, poema -objeto de Arnaldo Antunes; fotografia de Fernando Laszlo